logo da clinica naturale diretor medico Clínica Naturale I - São Paulo
Av. Moema , 87 cj 51-52
Moema – São Paulo
Parking : Al. dos Jurupis 452
Fone: 11 50511075
Clínica Naturale II - Interior
Avenida Antonio Ometto, 525
Limeira – São Paulo
Fone 19 34538490
HOME Conheça a Clínica Médicos Agendamento Hospital Email

Aesthetic News

Search

Informações sobre Dermatologia, Cirurgia Plástica e Cirurgia Vascular para Pacientes e Profissionais de Saúde
Information on Dermatology , Plastic Surgery and Cosmetic Veins Treatments for Patients and Health Professionals
Information à propos de Dermatologie , Chirurgie Plastique et Phlébologie Esthétique pour Patients et Professionnelles de la Santé

linkfrançais Français linlenglish English
    corporal
  facial
  setor masculino
  cirurgia plástica
  botox
  preenchimento profundo
  peeling
  varizes
  hiperhidrose
  celulite
  depilação laser
  fotorejuvenescimento
  thermacool
  fio russo
  acne
  estrias
   

PEELING

  O que é ?
  Como age o peeling ?
  Planejamento, aplicação e resultados esperados
  Tipos de peeling
  Peeling de Fenol
  Método Kacowicz
  Alkapeel
  LightPeel Plus – O peeling de luz
  Peeling de Fenol Light
  Peeling Médio
  Peeling Profundo
  Como funciona o peeling profundo ?
  Peeling para manchas
  Peeling Corporal
  Peeling das Mãos
  Peeling de Urucum
  Peelings Sequenciais
  Texto completo PDF
  Texto completo HTML

 

Como age o Peeling?

A pele é formada por duas camadas principais a epiderme e a derme. A Epiderme é subdividida em 5 camadas muito finas:  Extratos Corneum, Lucidun, Granulosum, Spinosum e Basal

e a Derme em 2 camadas mais espessas: Papilar e  Reticular

Separando as  duas camadas, fica a membrana basal , responsável pela regeneração da pele. A membrana basal se continua  pelos anexos da pele, como os  folículos pilosos  e glândulas  é esta membrana basal a responsável pela regeneração da pele após os  peeling mais profundos.

A Pele (33kb)

clique para aumentar

Explicando de uma maneira simples, o peeling retira camadas da pele e cria uma regeneração celular a partir da camada basal e dos anexos que gerará   uma pele melhor.

Os peelings podem ser muito superficiais , superficiais , médios e profundos dependendo da região da pele que atinge .

Nível do Peeling

Camadas atingidas

Problemas Tratáveis

Nível 1

Peeling Muito Superficial

Camadas Superiores da Epiderme

manchas muito superficiais, aspereza, pele sem brilho, pele descamativa , pele "seca", peles "cansadas" e "maltratadas"

Nível 2

Peeling Superficial

Epiderme

manchas superficiais, aspereza, rugosidades finas, acne ativa,

Nível 3 –

Peeling Médio

Epiderme , Derme papilar e camada superficial da derme reticular

Rugas, manchas, cicatrizes de acne , sulcos,

Nível 4

Peeling Profundo

 Epiderme , Derme reticular

Envelhecimento total da pele, cicatrizes de Acne muito profundas

Os peelings muito superficiais, agem sobre a camada córnea, que é uma camada, amorfa, muito superficial e que protege a pele, e sobre a camada mais superficial da epiderme.  Uma nova epiderme e camada córnea irão se regenerar e produzir uma pele mais suave.

O peeling superficial, já age um pouco mais profundamente, mas ainda no nível da epiderme , corrigindo alterações superficiais da pele.

O Peeling médio, já age mais profundamente, junto a derme e retira lesões mais profundas.

O Peeling profundo, atinge as camadas mais profundas da derme e age sobre as lesões mais profundas, como rugas, flacidez , manchas e cicatrizes e atenua sulcos. É o mais profundo que se consegue atingir em um peeling.

A regeneração sempre ocorre a partir da camada  basal, que é a camada com capacidade de regeneração. É o peeling com os melhores resultados, mas com a realização  mais complexa e a recuperação mais dificil. Não é um procedimento simples, é um bom planejamento deve ser feito antes de realizar este tipo de peeling.

O princípio geral, é que se uma lesão que se deseja tratar for profunda na pele, o peeling deve atingir esta profundidade para ser eficiente na sua eliminação. Se a lesão estiver na superfície, o peeling não precisa ser tão profundo. Quanto mais profundo o peeling, mais cuidadosa deve ser sua realização, e mais cuidados são necessários nos pós peelings,  assim é que não é só o tipo de peeling, mas a profundidade em que é aplicado é que determina os resultados e os riscos do tratamento.

As sardas e o melasma superficial, assim como a aspereza leve da pele ficam na epiderme. Os melasmas profundos ou mistos, a hiperpigmentação pós-inflamatória , as ceratoses actínicas, as rugas superficiais e a acne atingem a epiderme e a derme, e as rugas profundas e as cicatrizes de acne estão na derme.

Assim , dependendo do local da pele atingido, teremos a profundidade do Peeling que pode ser eficiente e se pode optar pelo que dará o melhor resultado.

Assim é que para corrigir um determinado problema deve ser feito um determinado peeling, não qualquer peeling, e o peeling não é uma solução mágica, mas uma excelente arma de combate aos problemas da pele. Bem utilizado e realizado trará satisfação ao paciente, mas expectativas exageradas devem ser desestimuladas. Então, quando houver um problema, melhor do que procurar um peeling, é realizar uma consulta, e o médico, conhecendo os diversos tipos de peeling, vai saber preparar a pele e indicar os melhores procedimentos, no momento adequado.

A profundidade do peeling depende da substância aplicada, de quanto é aplicado, da técnica de aplicação ( pincel , cotonete ou gaze), do preparo prévio da pele com tratamentos tópicos, do preparo que antecede imediatamente o procedimento com limpeza e retirada de oleosidade, do tipo de pele (fina, espessa), da localização e a duração do contacto com a pele (principalmente os de ácido glicólico). Assim sendo, grande variabilidade pode ser obtida, e a indicação do peeling deve ser do médico, que conhece todas as possibilidades.        

De uma maneira geral , quanto mais profundo, melhores são os resultados, mas maiores são os riscos e as dificuldades no pós-peeling. Vários agentes podem realizar peelings, e um mesmo agente pode conseguir diferentes profundidades. Entre eles temos o Ácido Retinóico, o Ácido Salicílico, a Solução de Jessner, o Resorcinol, o Ácido Tricloroacético - TCA, Blue Peel, os Alfahidroxiácidos, Glicólico, O Fenol, O 5-Fluoracil , o Alkapeel e outros. Os peelings com marcas, geralmente são variantes destes materiais, organizados de uma maneira a facilitar para os médicos e os pacientes.

A Clínica Naturale utiliza o sistema Kacowicz, que reúne uma série de peelings diferentes, um para cada indicação e que atingem todas as profundidades e pode corrigir a maioria dos problemas tratáveis por peelings.

As sardas e o melasma superficial, assim como a aspereza leve da pele ficam na epiderme. Os melasmas profundos ou mistos, a hiperpigmentação pós-inflamatória , as ceratoses actínicas, as rugas superficiais e a acne atingem a epiderme e a derme, e as rugas profundas e as cicatrizes de acne estão na derme.

Assim , dependendo do local da pele atingido, teremos a profundidade do Peeling que pode ser eficiente e se pode optar pelo que dará o melhor resultado.

Existem também os chamados peelings seqüenciais. Embora saibamos que uma seqüência de peelings médios nunca será um peeling profundo, também sabemos que uma seqüência de peelings médios é mais que um peeling médio isolado. Assim para os pacientes  com lesões mais profundas  e  que  não querem  se submeter as dificuldades de realização e recuperação dos peelings profundos, podemos utilizar uma seqüência de peelings médios. Nesta alternativa, utilizamos Midpeel ou Neopeel , de 3 a 4 peelings  em intervalos de 30 a 60 dias . Com isso , embora não atinjamos os mesmos resultados do peeling profundo podemos obter uma melhora considerável de uma maneira mais leve. Outro peeling utilizado seqüencialmente é o Peeling de Urucum, aplicado mensalmente em uma série de 6 sessões, com indicações específicas para manchas. ~

Como age o peeling ? - Clique nas imagens para aumentar

I- A Pele

A pele é formada por duas camadas principais a epiderme e a derme. A Epiderme é subdividida em 5 camadas muito finas:  Extratos Corneum, Lucidun, Granulosum, Spinosum e Basal

e a Derme em 2 camadas mais espessas: Papilar e  Reticular

Separando as  duas camadas, fica a membrana basal , responsável pela regeneração da pele. A membrana basal se continua  pelos anexos da pele, como os  folículos pilosos  e glândulas  é esta membrana basal a responsável pela regeneração da pele após os  peeling mais profundos.

A Pele (33kb)clique para aumentar

 

II - A aplicação do peeling profundo

O Peeling é aplicado com a utilização de pequenos cotonetes com a solução de fenol modificada. O fenol atenuado penetra na pele e quebra as proteínas, alterando a sua estrutura, desde as ligações dos aminoácidos em cada proteína. A coesão da pele é alterada e a pele é modificada profundamente por uma ação química própria do fenol. As modificações do novo peeling, mantém a ação máxima onde ela é requerida , diminuindo a ação a distância e a toxicidade. É aplicado após uma solução de ácido cítrico e depois uma camada de silicone semiporoso.

A Pele (31kb)clique para aumentar

III- A Ação do Fenol Atenuado Kacowicz

A ação do peeling atinge até a chamada camada basal, que é a responsável pela regeneração da pele. esta camada também é eliminada, dependendo de células de regeneração que estão presentes nos folículos pilosos abundantes da pele, para promover o aparecimento da nova superfície da pele.

A Pele (33kb)clique para aumentar

IV - A eliminação da pele envelhecida

Toda a camada superficial da pele é eliminada, os vasos sanguíneos superficiais são atingidos . A pele superficial envelhecida é praticamente liquefeita . Água é produzida a partir dos vasos sanguíneos, surge um grande edema (inchaço) no rosto, que é normal e faz parte do tratamento . Este líquido interrompe a ação do fenol , que vai sendo eliminado com a ação do médico que retira as secreções e o silicone, saindo junto o fenol, depois de ter agido.

Uma nova camada basal surge a partir dos folículos pilosos, e é esta camada que vai recuperar a pele, e produzir o aspecto rejuvenescido.

A Pele (26kb)clique para aumentar

 

V- A Recuperação da pele após o Peling de Fenol

A pele se renova, a derme se recupera com a formação do colágeno, que a deixa mais consistente, a epiderme se renova, dando um aspecto rejuvenescido para a pele. menos rugas, menos flacidez, menos aspereza, menos sulcos, menos manchas, maior brilho e firmeza.

A Pele (32kb)clique para aumentar

 

 

 

Seguimos os princípios do código de conduta Web de medicina e saúde. A informação é oferecida para  educação , não necessariamente  são técnicas praticadas na Clínica Naturale. Não substitui opinião médica em atendimento formal. Se você tem um  problema de saúde, contacte seu médico . O objetivo do ato médico, como em toda a prática médica, constitui-se da obrigação de meio e não de fim ou resultado. Informações e textos são produzidos por médicos da Clínica Naturale e não recebem fundos ou propaganda de qualquer empresa ou pessoa. O site é custeado pela própria clínica. Adaptado ao decreto CFM 1974/2011 que regulamenta comunicação médica e não permite fotos antes /depois de procedimentos . Fotos e desenhos  são meramente ilustrativos. Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento. copyright © 1998-2012 Clínica Naturale. last actualization: